Encontre Aqui o seu
Filhote


PARA CADASTRAR SEU
FILHOTE,BOTÃO ABAIXO.





Borzoi

atividade :

inteligencia :

vocalizacao :

tamanho :

necessidade de exercicio :

beleza :


História

O Borzoi tem uma história marcada por picos de enorme popularidade e outros de extrema perseguição e chacina. Apesar disso, sobreviveu até hoje, época onde é considerado uma bela e óptima companhia.

O Borzoi nasce do cruzamento de hounds arábes importados para a Rússia e cruzados com cães locais. Apesar da história do Borzoi não sei ainda perfeitamente clara, sabemos que esta raça já era utilizada no século XVII para caçar lobos.

O nome original desta raça é “Russkaya Psovaya Borzaya”: “Russkaya” significa russo,  “Psovoi” significa pêlo longo e “Borzaya” significa “cão rápido” ou “galgo”. Os russos apelidavam de “Borzaya”, que deu origem a Borzoi, a qualquer galgo, e aquilo que distinguia verdadeiramente este galgo era o fato de ser russo e ter pêlo curto. Contudo, por ser o mais popular galgo russo, acabou por ficar apenas com o nome Borzoi.

O Borzoi foi adotado pela nobreza e no tempo dos czares todas as famílias nobres tinham o seu canil de galgos. O interesse por esta raça contribui para que se mantivesse em estado puro, apesar de terem sido feitas algumas tentativas de cruzamento.

Como símbolo da realeza russa, o Borzoi tornou-se na prenda ideal que o Czar tinha para oferecer aos seus homólogos europeus. Foi oferecido à Princesa Alexandra de Inglaterra um Borzoi em 1842 e exibido na primeira Exposição Canina Crufts em 1891.

Por estar associado à realeza, muitos exemplares mortos durante a revolução de 1917. Alguns nobres acabaram por matar os próprios cães para que estes não fossem torturados pelos revolucionários. Contudo, o Borzoi e outros galgos russos sobreviveram em regiões campestres.

De constituição elegante e apropriada à velocidade este belíssimo hound era tradicionalmente utilizado para perseguir as lebres, os lobos e as raposas. Isto exigia não só bom andamento mas também inteligência e grande coragem por parte do cão. Wolfhound russo é outra das denominações empregues ao Borzoi.

Temperamento

O Borzoi é um animal calmo, mas que reage de forma intempestiva quando avista presas ao longe.

Independentes, são contudo apegados à família. Não são cães de guarda nem de alarme, pois raramente ladram. São cães sensíveis que não toleram estar constantemente incomodados, não sendo por isso, uma boa escolha para famílias com crianças pequenas.

Apesar do porte grande, adaptam-se perfeitamente à vida na cidade e mesmo em apartamento de forem suficientemente exercitados. No interior, gostam de passar os dias a descansar e costumam apoderar-se do melhor sofá da casa. Sendo cães que apreciam correr, deve-lhes ser dada oportunidade de passearem bastante, com algumas brincadeiras à mistura de forma a permitir gastar todas as energias acumuladas.

Apesar de serem caçadores de lobos, costumam dar-se bem com outros cães. Não é a raça mais aconselhável para coabitar com gatos. Em alguns casos, o Borzoi criado desde pequeno com gatos, acaba por aceitá-los.

O Borzoi é um cão extremamente inteligente que se cansa rapidamente do treino repetitivo. Apesar de obediente, necessita de um treino que o estimule sobretudo mentalmente. Quando aborrecidos, tornam-se teimosos.

Extremamente sensíveis, não gostam de serem punidos ou que lhes seja levantada à voz.

Devido ao instinto de caçador, devem andar sempre de coleira, exceto em terrenos perfeitamente vedados.

Descrição

As qualidades do Borzoi refletem-se na sua aparência orgulhosa e aristocrática. Alia a beleza, a força e a elegância a um caráter pacífico, fiel e obediente. Este canídeo é essencialmente um Greyhound de pêlo comprido.

As fêmeas têm de altura entre 68 e 78 cm e os machos medem entre 75 e 85 cm. As fêmeas devem ter uma proporção quadrada, sendo a altura igual ao comprimento, enquanto os machos podem ser ligeiramente mais altos do que compridos. Apesar destes valores, é permitido que os cães possam ser mais altos, desde que as outras características se mantenham.

O Borzoi é um animal forte, mas não maciço. Os músculos são desenvolvidos mas não são mostrados em relevo.

A cabeça é um dos traços mais identificativos do Borzoi: tão longa e estreita que as veias estão marcadas na superfície. O stop é apenas ligeiramente marcado. Os olhos são largos, expressivos e de um amendoado escuro ou castanho escuro como cor. As orelhas são pequenas e finas.

Possui um dorso graciosamente arqueado, um peito largo, o pescoço é alto e elegante; possui pés anteriores ovais e posteriores semelhantes aos da lebre; os membros anteriores são fortes e os posteriores vigorosos. 

A cauda é em forma de sabre e trazida para baixo em descanso, mas elevada quando o cão está alerta.

A sua pelagem é suave, ligeiramente ondulada. Na cabeça, orelhas e pernas, o pêlo é acetinado e curto. No resto do corpo, a pelagem é comprida, sobretudo no pescoço. Mas é contudo mais curta nas costelas e nas coxas.

Todas as combinações de cores são permitidas nesta raça, exceto, combinações com azul, castanho (chocolate) ou outras cores derivadas. O padrão tanto pode ser sólido como mesclado.

Saúde

Cancro e problemas cardíacos são algumas das maiores preocupações em termos de saúde nesta raça.

Ao contrário de outras raças de grande porte, a incidência de displasia da anca e cotovelo é rara no Borzoi.

Os donos devem também ter cuidado com a torção do estômago que é comum acontecer nesta raça.

 

Poodle

macho
24-02-2016
R$ 1,200.00



Login Facebook
Dúvidas, informações ou sugestões entre em contato pelo e-mail: bolsadefilhotes@webpeople.com.br
Desenvolvido por Web-People